Crítica semanal Mayã Fernandes

Natureza-morta

Seria aceitável se a única definição de “Natureza-morta” fosse a que utilizamos nas artes: um quadro com frutas dentro de uma bandeja, como os quadros de Paul Cézanne.

Desde os antigos já sabemos o que é observar e representar a natureza. Para eles, existia uma querela entre a natureza e a arte. Por vezes a natureza aparecia mais bela que a arte, fazendo do artista apenas um espectador, que representa, mimetiza por meio da observação. Em outros casos, acreditavam que a arte se equiparava hierarquicamente à natureza, por conseguir produzir por meio das mesmas formas inteligíveis. O que podemos compreender desta querela entre a arte e a natureza, é que ela só faz sentido pela magnitude da natureza. A grande diferença entre o nosso tempo e dos antigos em relação à natureza é que eles não conheciam o capitalismo e a sua busca incansável por dinheiro e poder.

Observar desastres como o da barragem da Samarco em Mariana, 2015, e a barragem em Brumadinho, 2018, é ver impressa na natureza a destruição. Desastres como os de Mariana e de Brumadinho ficam marcados em nossa história. São ações feitas por arquitetos da morte, que possuem como princípio o descaso com a vida. Quem me dera se o único sentido de “Natureza-morta” fosse o que utilizamos na arte.

ana-mendieta-2

Ana Mendieta. Da série Silhuetas. 1973 – 1980.

maya

 

MAYÃ FERNANDES é formada em Filosofia pela UnB e atualmente é mestranda em Metafísica pela mesma instituição. É pesquisadora da Cátedra UNESCO Archai: Origens do pensamento Ocidental e editora da PHAINE: Revista de Estudos Sobre Antiguidade. Estuda a teoria do belo na antiguidade e escreve crítica de arte no site Linhas de fuga.

um comentário

Deixe uma resposta para Mayã Fernandes Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: