Agenda - Rio de Janeiro (exposições)

“DIÁSPORA” NA CAIXA CULTURAL

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta a mostra “DIÁSPORA”, do artista brasilense Josafá Neves. Sob curadoria de Bené Fonteles, a exposição reúne gravuras e esculturas de ícones da cultura afro-brasileira, do patrimônio imaterial e de símbolos da religiosidade de matriz africana. Na exposição, pelo olhar poético do artista, o visitante terá a oportunidade de conhecer sobre a influência dos povos negros que ajudaram a dar forma à cultura brasileira. Todo o espaço expositivo foi pintado de verde e rosa em homenagem a uma das escolas de samba mais tradicionais e emblemáticas do Rio de Janeiro, a Mangueira.

A palavra “diáspora” vem do grego “dia”, à parte, separado; “sopra”, disseminar sementes para que elas cresçam. No sentido contemporâneo, significa “dispersão”, retirada de povos de seu local de origem e, por extensão, deslocamento, normalmente forçado, de grandes massas populacionais. Entre 1500 e 1900, milhões de africanos foram transportados e escravizados em vários continentes. A Diáspora Africana do artista plástico Josafá Neves é assumida, conforme a acepção de Nei Lopes, como o rico patrimônio cultural construído pelos descendentes de africanos no Brasil. Esta visão provocou o artista a criar um grande conjunto de obras, o qual batizou de “ícones da Diáspora Negra no Brasil”.

Esculpidos em madeira estão orixás como Oxóssi, o senhor das florestas, que acolhe o visitante em seu passeio pela mostra; e Xangô, o rei absoluto, senhor da justiça, o orixá do raio e do trovão. Oxalá, com sua sabedoria ancestral, aparece retratado numa pintura em óleo sobre tela. Neste percurso pela afirmação do negro e de sua existência mais profunda, o artista apresenta ainda séries de pinturas em óleo sobre tela e pastel de personalidades fundantes da cultura nacional, como Pixinguinha, Milton Santos, Clementina de Jesus, Cartola, Elza Soares, Luiz Gonzaga, Gilberto Gil, Nelson Sargento, Itamar Assumpção, dentre alguns outros. São retratos que fazem alusão à ancestralidade e aos mistérios desde os tempos da escravidão até os dias de hoje.


Serviço

Abertura: 22 de outubro, às 18h
Datas: 23 de outubro a 22 de dezembro de 2019
Visitação: de terça a domingo, das 10h às 21h
Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro
Endereço: Av. Alm. Barroso, 25 – Centro, Rio de Janeiro – RJ.

Classificação indicativa: livre para todos os públicos
Entrada franca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: