Crítica semanal Vanessa Tangerini

Draguear o museu

No último sábado (11/01) inaugurou a exposição UóHol, individual do Rafael BQueer, no Museu de Arte do Rio (MAR). No lugar de um “vernissage tradicional”, rolou uma Batalha de close nos pilotis do museu e é sobre ela que eu vou escrever hoje.

Apresentada por Uhura BQueer (a versão drag de Rafael BQueer) a batalha contou com as performances de Irmãos Brasil, Gui Mauad, Miranda Lebrão, Shenna Meneghel, Chameleon Drag e Organzza. Mas, diferente do que podemos pensar (e como Uhura BQueer explicou), a batalha de close não é uma competição entre as drags, e sim uma batalha contra as políticas que oprimem e negam esses corpos. Uma batalha pela sua própria afirmação e existência (que no fim das contas é uma batalha diária).

Crítica 18-01-20 Foto 1
Performance de Gui Mauad(@mauadgui). Registro pessoal.

O evento teve início com a potente performance A disputa do Brasil dos Irmãos Brasil, que não hesitaram em incluir o público na sua ação. Durante a performance o próprio nome da dupla se vê ressignificado: em uma disputa intensa pela bandeira do Brasil, esses corpos estranhos (como eles mesmo se reconhecem) se entregam por completo à ação performática. O que é que eles realmente estão disputando? Seria uma metáfora da disputa pelo Brasil? Estariam esses corpos disputando pela sua própria existência, sua própria identidade? No final, os restos da bandeira (alguns pedaços com o suor ou a saliva dos performers) são repartidos entre o público (ainda conservo o meu pedaço). Quem está nessa disputa? O que significa essa repartição? A performance está aberta a várias perguntas e interpretações. Talvez por isso a sua força.

Crítica 18-01-20 Foto 2
Performance de Irmãos Brasil (@irmaosbrasil_). Registro de Vitor Medeiros (@vtmedeiros.kr)

Na continuação, ocorreram as (maravilhosas) performances drags entre as quais destaco a presença dx Chameleon Drag (para pensar, repensar e representar o lugar das mulheres no drag, já seja ele queen, king, ou ambos) e a incrível performance da Organzza. Com pouco mais de 4 minutos, dois figurinos, uma canção (particularmente potente e muito bem escolhida) da Elza Soares e um corpo que sabe (e PRECISA) ocupar o cenário, Organzza deixou o público do MAR não só de boca aberta, mas também comovido. A performance Exú Nas Escolas (também nome da canção) atravessou problemáticas que sempre estiveram presentes, mas que hoje são URGENTES, o que torna essa ação totalmente necessária nesses espaços e, também por isso, tão poderosa. É possível assistir a performance completa nesse link.

Há alguns meses atrás, publiquei uma crítica sobre o drag em uma obra de teatro. Não um personagem drag, mas a presença da performance drag dentro de uma peça teatral (que discute o gênero do início ao fim) que ocorreu em um teatro nacional (e legitimizador). Hoje eu publico sobre a performance drag dentro de um museu. Evidentemente há uma urgência em falar sobre esses corpos que mutam, esses corpos que são artísticos e performáticos, nesses espaços. Mas fica claro que não basta só falar, se não permitir que eles existam e que eles, cada vez mais, saiam à luz e ocupem os teatros, os museus e universidades. Que ocupem todos os lugares.

P.S.1: A exposição UóHol do Rafael BQueer está aberta a visita de terça a sábado, das 10h às 18h, na Biblioteca MAR (Museu de Arte do Rio – Praça Mauá, 5. Centro, Rio de Janeiro).

P.S.2: Tá rolando um financiamento coletivo para ajudar a equipe da peça teatral Ubu Presidente (na qual Organzza participou) poder se apresentar no 6º FESTA (Festival internacional de teatro de palco e rua) em Araçuaí (MG). Clique no link para saber mais e ajudar.

*Imagem de Fundo: Fabio Rossi (O Globo)

Vanessa Tangerini

Vanessa Tangerini é carioca e suburbana. Ex-aluna do Pedro II e da EBA (UFRJ). Cursa a Licenciatura em Curadoria e Historia da Arte na Universidad del Museo Social Argentino em Buenos Aires, Argentina. Atualmente desenvolve sua pesquisa na área de Curadoria e Educação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: