Agenda - Rio de Janeiro (eventos)

IMS Rio e a Agência de Redes para Juventude apresentam a segunda edição do Escuta Festival, uma ação que reúne arte, ativismo e periferia

Nos dias 14, 15 e 16 de dezembro (segunda, terça e quarta), o Instituto Moreira Salles (IMS), em parceria com a Agência de Redes para Juventude, apresenta a segunda edição do Escuta Festival, uma ação que reúne arte, ativismo e periferia. A programação gratuita conecta jovens artistas de periferias de regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, que ocuparão os espaços virtuais do IMS com um show, lives e grupos de estudos.

O ano de 2020 foi marcado pela pandemia, evidenciando e intensificando as desigualdades sociais do país. A cultura de periferia, realizada por artistas e ativistas que estão atrelados diretamente a essa realidade, também sofreu transformações e reinvenções. O Escuta Festival 2 busca dialogar com este cenário e pretende fortalecer, aprender e dar visibilidade a esse sistema artístico.

A centralidade desta edição está na Comunidade Escuta, um grupo de 30 artistas, ativistas e produtores das periferias da metrópole fluminense convidados pelo IMS e pela Agência de Redes para Juventude. Eles participarão de imersões, formações e apresentações artísticas. A programação do festival inclui eventos abertos ao público, transmitidos ao vivo pelos canais do IMS, e outros fechados, voltados para a formação e o debate entre os participantes da Comunidade Escuta.

As atividades contam com a mediação de artistas como Taísa Machado, pesquisadora e criadora do Afrofunk Rio, e Raull Santiago, criador do Coletivo Papo Reto. O resultado desses encontros é uma curadoria que dispara possibilidades no campo da arte e do ativismo na metrópole.

Programação completa

14 de dezembro (segunda)

13h às 19h – Escuta esse mapa
Ao longo de uma tarde, dentro de uma Kombi, no melhor estilo “carro do ovo”, o jornalista Edu Carvalho e a equipe do Escuta Festival visitam artistas e projetos de pontos extremos da metrópole do Rio.

13h – Sepetiba – Pablo Ramos e Gabriella Nacor

15h – Japeri – Osmar Paulino e Nicole Nascimento 

17h – Pavuna – César Varella e Ana Acioli

19h – IMS – Ana Luiza de Abreu (IMS) e Valquiria Oliveira (Agência de Redes para Juventude)

O percurso e os encontros serão transmitidos pelo Instagram do IMS

15 de dezembro (terça)

9h – Comunidade Escuta – Como criar uma rede de artistas e ativistas?
Imersão entre os 30 fazedores da Comunidade Escuta a partir do tema “Como criar uma rede de artistas e ativistas?”, mediada pela equipe do Escuta Festival. O objetivo é estimular os participantes a trocarem e se conectarem para a criação de uma rede com possibilidades de desdobramentos futuros. Atividade fechada.

12h – Escuta Artistas (LIVE!)
Taísa Machado conversa com Matheus de Araújo e Lorac Lopez
Transmissão pelo Instagram do IMS

14h – Escuta quem Faz
Silvana Bahia, criadora do Olabi, e Raull Santiago, criador do Coletivo Papo Reto, realizam uma formação sobre “Visibilidade e redes para causas” para a Comunidade Escuta. O tema é de grande relevância para o percurso formativo do grupo, visto que as periferias não são contempladas com acesso à internet de qualidade, os algoritmos das redes sociais se tornam cada vez mais complexos e, por isso, dificultam a visibilidade para aqueles que não pagam pela sobrevivência nas redes. Atividade fechada.

19h – Show Rafael Mike e Lisa Castro
com participações de Lorac Lopez e Afrodite BXD da Comunidade Escuta.
Transmissão ao vivo pelo YouTube do IMS.

16 de dezembro (quarta)

9h – Comunidade Escuta – Como fazer de 2021 o ano da arte e do ativismo de periferia?
Imersão entre os 30 fazedores da Comunidade Escuta a partir do tema “Como fazer de 2021 o ano da arte e do ativismo de periferia?”, mediada pela equipe do Escuta Festival. Atividade fechada


12h – Escuta Artistas (LIVE!)
Sinara Rúbia conversa com Quitta Pinheiro e Naiara Pinheiro
Transmissão pelo Instagram do IMS

14h – Escuta quem faz
Giordana Moreira e Barbara Rodriguez, produtoras independentes de Nova Iguaçu e São Gonçalo, respectivamente, realizam uma formação sobre “Acesso e fomento” para a Comunidade Escuta. Atividade fechada.

18h – Todo mundo escuta
Em clima de encerramento, protesto, performance, palavras e gestos, a celebração de encerramento Todo mundo escuta contará com a participação de artistas da Comunidade Escuta, mediada pela educadora, pesquisadora e comunicadora Pâmela Carvalho.
Transmissão pelo canal do IMS no YouTube. Evento sem recursos de acessibilidade.

PROGRAMAÇÃO EXTRA

10 e 17/12
Escavando palavras, negociando desejos 
Oficina de criação audiovisual a partir da obra de Eduardo Coutinho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: