Agenda - Rio de Janeiro (eventos)

O movimento O REAL RESISTE ganha registro em livro – Obras criadas para a intervenção urbana de artistas nas ruas do Rio são reunidas em livro.

O movimento O REAL RESISTE ganha registro em livro. A publicação reúne os 30 cartazes do tipo “lambe-lambe” criados por artistas de diferentes linguagens, poéticas e de distintas áreas da cidade, concebidos para uma intervenção urbana realizada nas ruas do Rio em 2020. A publicação será lançada na Mul.ti.plo Espaço Arte, no Leblon, nos dias 20 e 21 de julho, das 12h às 18h. A ação integra a mostra de mesmo nome em cartaz na galeria até 30 de julho.

Com 48 páginas, o livro de artista foi produzido a partir de um processo misto de impressão gráfica: as capas foram impressas em litografia e, o miolo, em risografia. Estão lá os trabalhos de Ana Calzavara, Carlito CarvalhosaChelpa Ferro, Josiane Santana, Leo Gandelman, Marcelo Macedo, Marina Wisnik, Omar Britto, Saulo Nicolai, entre outros. O texto crítico é Felipe Scovino e a apresentação é da arquiteta e urbanista Manuela Müller, uma das idealizadoras do projeto ao lado de Maneco Müller, sócio da Mul.ti.plo. A tiragem é de 300 exemplares, com valor de venda de R$ 76.

O Real Resiste foi inspirado em uma música de mesmo nome de Arnaldo Antunes, que participou da ação dos lambe-lambes em agosto de 2020. Depois, o projeto seguiu por meio da dança. Em novembro, cinco grupos formados por 50 bailarinos e coreógrafos cariocas realizaram intervenções em espaços públicos da cidade – Rocinha, Méier, Brás de Pina, Cinelândia e Praça Mauá –, numa reflexão sobre o confinamento do corpo. Tanto a música como as coreografias foram criadas exclusivamente para a ação. Filmado, o ato depois virou um trabalho de videoarte, que foi lançado em janeiro deste ano.

Em 22 de abril, os cartazes elaborados para a primeira intervenção urbana foram expostos na Galeria Mul.ti.plo. Na mostra em cartaz na galeria Mul.ti.plo até 30 de julho, os trabalhos ganharam forma de gravuras, de 33 cm X 48 cm, impressas em litografia e em papel Hahnemuhle, em edições numeradas de 12 exemplares. “Os lambe-lambes que habitaram momentaneamente os muros da cidade e sofreram as ações do tempo e da exposição nas ruas perpetuam-se em novo formato. Do grito ao registro, mantendo a potência do gesto”, diz Maneco Müller.


ARTISTAS

Ana Calzavara, Anderson Valentim, Antonio Bokel, Arnaldo Antunes, Bernardo Vilhena, Cabelo, Carlito Carvalhosa, Carlos Vergara, Carolina Kasting, Catarina Lins, Chelpa Ferro (Luiz Zerbini, Barrão e Sergio Mekler), Clarice Rosadas, Criola, Elana Paulino, Elvis Almeida, Gabriela Marcondes, João Sánchez, Josiane Santana, Joyce Piñeiro, Leo Gandelman, Marcelo Macedo, Marcos Chaves, Maria Flexa, Marina Wisnik, Mateo Velasco, Omar Britto, Pedro Sánchez, Rafael Gomes, Raul Mourão, Saulo Nicolai, Walter Carvalho

Serviço
Data: 20 e 21 de julho
Hora: 12h às 18h
Local: Mul.ti.plo Espaço Arte
Endereço: Rua Dias Ferreira, 417, 206 – Leblon – Rio de Janeiro
Ou agende uma visita em qualquer outro dia e hora, pelo WhatsApp: +55 21 2042-0523

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: